AREA DO ASSINANTE
UsuarioSenha
- HOME
- Alojamento
- Estatistica
Conheça os benefícios da Colina presente nos ovos

Conheça os benefícios da Colina presente nos ovos

Ovo: Amigo do coração

Ovo: Amigo do coração

 Nutrição & Saúde
 Fonte : Portal Terra
 Data  : Ter, 08 de Dezembro de 2009 10:55

Hoje em dia, as pessoas estão mais atentas às suas escolhas diárias na alimentação. Uma dessas preocupações gira em torno do consumo de ovos. Existe um equívoco em relação a esse alimento, já que, até hoje, nenhuma pesquisa comprovou a relação entre o consumo de ovos e as doenças cardíacas. Segundo a nutricionista Cristiane Kovacs, coordenadora do ambulatório de nutrição clínica do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, o ovo tem 13 nutrientes essenciais necessários para o bom funcionamento do organismo. Tem proteínas de alto valor biológico com destaque para a presença da colina na gema. Esse é um componente do complexo B de vitaminas considerado importante na quebra da homocisteína (aminoácido do sangue associado ao aumento do risco de doenças do coração). Uma unidade de ovo carrega cerca de 130 mg do nutriente, enquanto 100 gr de salmão têm 56 mg.


O ovo, conforme se ouve falar, apresenta taxa significativa de colesterol ruim (LDL), porém esse colesterol não afeta tanto. “A gordura saturada e a gordura trans presentes em carnes gordas, leites integrais e derivados, e em produtos industrializados é muito mais prejudicial ao aumento do colesterol e à saúde cardiovascular”, diz Carolina Godoy, nutricionista e coordenadora do Instituto Minha Escolha. É importante esclarecer que o colesterol é uma substância necessária para o organismo, faz parte das membranas celulares e é matéria prima para sais biliares e hormônios sexuais, desde que consumido dentro da quantidade recomendada, que é de 300mg para um indivíduo saudável.

“O nível de colesterol de uma pessoa não é conseqüência do consumo de um alimento específico, mas sim, de uma dieta total, além de outros fatores”, comenta Cristiane, do Instituto Dante Pazzanese. As medidas restritivas na dieta, devido aos prejuízos em torno do colesterol do ovo, podem levar à situação de deficiência em outros nutrientes.

Não existe relação da cor da casca com o valor nutricional, esta está vinculada à genética da galinha. Já a coloração da gema está relacionada com a alimentação da ave. “Gemas mais amarelas indicam que a ave consumiu mais alimentos ricos em carotenóides, como milho, e outros alimentos amarelos. Já os ovos enriquecidos com Omega 3, também são feitos através de quantidades controladas de nutrientes na ração das aves, o que torna o ovo fonte deste nutriente”, explica Carolina, do Instituto Minha Escolha.

Um indivíduo saudável pode consumir ovos de 3 a 4 vezes na semana, mas o importante é variar o máximo possível à alimentação, alternado com carnes vermelhas, aves e peixes. Lembre-se que o ovo está presente como ingrediente dentro de outras preparações, como tortas, massas e bolos.

 

 

 



Fonte: Aceav

14/05/2018 - Instituto Ovos Brasil movimenta redes sociais com mais um vídeo exclusivo
26/02/2017 - Combata a ressaca do Carnaval com ovos!
24/01/2017 - Conheça os benefícios da Colina presente nos ovos
12/02/2013 - 4 verdades ( e 1 mentira) sobre o ovo

Veja todos