REA DO ASSINANTE
UsurioSenha
- HOME
- Alojamento
- Estatstica
Ovo auxilia viso

Ovo auxilia viso

4 verdades ( e 1 mentira) sobre o ovo


4 verdades ( e 1 mentira) sobre o ovo
Ele passou dcadas com fama de bandido. Mas foi absolvido e provou que um ingrediente poderoso, capaz de ajudar a reduzir o colesterol e a emagrecer. Duvida? Veja as razes para ele ter se tornado o novo queridinho da alimentao saudvel

POR FRANOISE GREGRIO FOTOS FABIO MANGABEIRA

Durante muito tempo, ele andou por baixo, acusado de ser uma bomba de colesterol. A m fama comeou h cerca de 40 anos, desde que se cogitou a relao entre o ovo e as doenas do corao. Mas, na dcada de 1990, vrios estudos contrrios a essas acusaes comearam a pipocar.

Uma das descobertas mais importantes, apresentada em um trabalho realizado pela Universidade de Kansas (EUA), foi a de que apenas uma pequena parcela do colesterol sanguneo provm da dieta e a maior parte produzida pelo prprio organismo. E o ovo possui uma substncia (fosfolipdeo) capaz de interferir na absoro do colesterol, impedindo sua captao pelo intestino, que o responsvel por levar tal substncia para o sangue. Portanto, aumentar a ingesto de colesterol no provoca necessariamente elevao importante em seus nveis.

Alto benefcio e baixo custo
Constatado tal fato, passou-se a dar mais destaque ao valor nutricional do alimento que, alm de saboroso, de baixo custo. Trata-se de uma excelente fonte de vitaminas A e do complexo B e de carotenoides, que colaboram na preveno de doenas degenerativas. Tambm rico em minerais, como ferro, fsforo, selnio e zinco. E, segundo o nutrlogo Durval Ribas Filho, presidente da Associao Brasileira de Nutrologia (Abran), o valor nutricional de sua protena pode ser comparado ao do leite materno, pois contm todos os aminocidos essenciais.

E quanto ao limite no consumo? "Considerando uma alimentao saudvel, o recomendado seria at uma unidade por dia", orienta a nutricionista Maria Gandini, da RG Nutri Consultoria Nutricional. Entretanto, mesmo com a absolvio, parece que o ovo ainda enfrentar algumas polmicas. H poucos meses, a revista cientfica americana Diabetes Care publicou um artigo que acusa o alimento de elevar o risco de diabetes do tipo 2 em 77% entre as mulheres e em 60% entre os homens. Ribas Filho aponta que este estudo apenas preliminar e que ainda h outros sendo realizados sobre os benefcios do alimento. Portanto nada de alarde. O especialista recomenda seu consumo (desde que sem exageros), j que o alimento possui nutrientes essenciais ao funcionamento do organismo.

AUMENTA O BOM COLESTEROL (HDL)

Segundo a nutricionista Maria Gandini, um ovo contm 213 miligramas (mg) de colesterol, ou seja, quase o total da ingesto diria recomendada pela Associao Americana do Corao, que de 300 mg. Entretanto, ela ressalta que nem todo colesterol ingerido tem como destino certo o entupimento das artrias. "A substncia participa de funes importantes no organismo, como formao de hormnios", explica. De acordo com o cardiologista Wilson Salgado Filho, mdico assistente da Unidade Clnica de Lpides do Instituto do Corao (Incor), apenas 1/3 do colesterol do ovo absorvido pelo organismo. Maria lembra que algumas pesquisas tm apontado uma ao inusitada: seu consumo aumenta a quantidade de HDL (colesterol bom), que considerado um fator preventivo contra a aterosclerose (quando placas de gorduras se formam nas paredes das artrias). Segundo o nutrlogo Durval Ribas Filho, pesquisadores japoneses j divulgaram estudos que reforam essa tese. "Os trabalhos mostram que, apesar de haver um aumento do LDL (colesterol ruim) com o consumo dirio de ovo, h tambm um aumento do HDL, o que compensador", comenta.

AUMENTA A INCIDNCIA DE DOENAS CARDIOVASCULARES

Como j foi dito, houve um grande movimento de pesquisadores para tirar o ovo do banco dos rus. E todos reuniram provas suficientes para absolver o alimento da grave acusao de ser o vilo do corao. Ficou comprovado que no existe relao entre o colesterol presente no ovo e o aumento das taxas de gordura nociva ao organismo. Tudo graas a pesquisadores que parecem nunca terem se conformado com a m fama do ovo. o caso de Frank Hu, epidemiologista nutricional da Escola de Sade Pblica de Harvard (EUA), que confirmou, aps alguns estudos, que comer um ovo por dia no aumenta o risco de ataque cardaco ou derrame. Ao avaliar, por um perodo de dez anos, cerca de 120 mil homens e mulheres saudveis, o cientista concluiu no haver diferena significativa de risco entre os que comiam sete ovos por semana e os que comiam apenas um. Segundo ele, outros nutrientes existentes no ovo compensam ou anulam o perigo representado pela taxa elevada de colesterol. "Hoje, sabemos que, quando dosamos o colesterol do sangue, ele reflete muito mais a ingesto de gorduras saturada e hidrogenada; estas, sim, verdadeiras vils, pois aumentam o LDL (colesterol ruim) e o risco de doenas cardiovasculares", afirma o endocrinologista Ricardo Martuci, de So Paulo. O ovo rico em colesterol e pobre em gordura saturada, isso o exime da culpa de causar doenas cardiovasculares. O cuidado maior fica para diabticos e aqueles que j sofreram infartos (consumir apenas trs unidades semanais).

AJUDA A MANTER OS MSCULOS

Se a ideia ganhar ou evitar a perda de massa magra, o ovo pode ser um grande aliado. Na clara, mais especificamente na ovoalbumina (protena da clara), h uma boa quantidade de leucina, um aminocido utilizado em suplemento nutricional que evita a perda de musculatura e consumido por alguns atletas. Na gema, a leucina tambm aparece, mas em pequena quantidade. "Por muitos anos, praticantes de atividade fsica de fora e velocidade atribuam a melhora no desempenho ao consumo de ovo, principalmente da clara, que isenta de gordura e rica em protena. Hoje, sabemos que isso se deve ao fato de o ovo proporcionar a mistura ideal de aminocidos essenciais (aqueles que no so produzidos pelo organismo) na quantidade e relao correta para favorecer o crescimento e o reparo dos msculos", explica Maria Gandini. A nutricionista enfatiza que a prtica antiga de comer ovos crus deve ser desconsiderada, pois grandes doses de avidina - substncia natural de proteo do ovo - diminuem a absoro de algumas vitaminas do complexo B, importantes na produo de energia e recuperao muscular e ainda podem levar contaminao por salmonella.

FAVORECE O EMAGRECIMENTO

Alimento de alta saciedade, o ovo faz com que a pessoa fique menos faminta e demore mais para voltar a ter fome. A constatao veio de um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, em 2005, realizado depois em universidades como a Wayne State University e pelo departamento de Infeces e Obesidade do Centro Mdico da Universidade da Louisiana, ambas nos EUA. Todos os trabalhos contaram com a participao de mulheres com sobrepeso e obesidade, divididas em dois grupos. No primeiro, elas passaram um tempo consumindo ovos no caf-da-manh. No segundo, a refeio era feita com o mesmo valor de calorias, porm sem ovos. Os resultados mostraram que as mulheres do primeiro grupo emagreceram at 65% a mais do que as do segundo. E mais, elas tambm apresentaram uma reduo bem maior da circunferncia abdominal. A explicao est na saciedade que ele proporciona. A responsvel por essa sensao a protena presente no alimento. Por conter todos os aminocidos essenciais, exige uma digesto mais demorada. E tem mais, como a gema cheia de gorduras monoinsaturadas e mega-3, consideradas do bem, ajuda a controlar os nveis de acar no sangue. Em equilbrio, evita picos de insulina e aquela vontade louca de beliscar ou comer o que h pela frente.

ALIMENTA A MEMRIA E DIMINUI A ANSIEDADE

Na ltima dcada, algumas pesquisas tambm demonstraram que a colina, uma substncia nutritiva encontrada em alguns alimentos, importantssima para melhorar a memria e a capacidade cognitiva e para a formao de novos neurnios. Logo, o consumo desse nutriente de grande importncia para prevenir doenas neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson. E, assim como o amendoim, germe de trigo, fgado, carne, peixe, queijo, repolho, brcolis e couve-flor, a gema do ovo uma tima fonte. A colina tambm importante durante a gravidez, pois a substncia ajuda a fortalecer o desenvolvimento do feto. Um estudo da Universidade Estadual de Iowa, nos EUA, revela que o consumo de colina entre as mulheres grvidas baixo. Para se ter uma ideia, dois ovos contm 250 mg de colina, cerca da metade do total de que o organismo necessita por dia. E ainda temos a protena (mais uma vez ela!) que colabora com a sensao de alerta e afasta a apatia. Por ser uma excelente fonte de triptofano - aminocido precursor da serotonina, uma substncia associada sensao de bem-estar -, ajuda a acalmar os nimos, reduzindo a ansiedade, o mau-humor e a irritao tpica durante a TPM.

PRODUO: BETH MACEDO / AGRADECIMENTO: DRAGONETTI



Fonte: Revista Viva Sade

26/02/2017 - Combata a ressaca do Carnaval com ovos!
24/01/2017 - Conhea os benefcios da Colina presente nos ovos
25/06/2012 - Rica em colgeno, clara de ovo combate flacidez do rosto
18/10/2011 - Ovo auxilia viso

Veja todos