AREA DO ASSINANTE
UsuarioSenha
- HOME
- Alojamento
- Estatistica
Resgate os ovos do exílio gastronômico

Alimento protege o coração, o cérebro e ativa o sistema imunológico
Preço do milho na B3 fecha mês de abril com queda de até 3,65%

Preço do milho na B3 fecha mês de abril com queda de até 3,65%

Publicado em 30/04/2024 17:48
Analista espera valorização do grão no segundo mestre, pois safra será muito menor neste ano

Logotipo Notícias Agrícolas

O preço do milho no contrato maio/24 na B3 encerrou abril com uma redução de 3,65%. O grão iniciou o mês com o valor de R$ 59,50/saca no vencimento, que fechou nesta terça-feira (30) cotado a R$ 57,33/saca.

Nos demais princpais contratos também ocorreram baixas. O julho/24 encerrou abril com redução de 2,93%, cotado a R$ 57,85/saca. O setembro fechou o mês com valor de R$ 59,50/saca, queda de 2,46%. O novembro/24 caiu 1,53% e foi a R$ 62,87/saca.

Mesmo com a redução no mês, os preços do milho ampliaram as altas do dia anterior da B3 nesta terça-feira em três dos principais contratos. Os ganhos aconteceram em dia marcado por queda das principais commodities agrícolas no mercado internacional, incluindo os futuros do grão na Bolsa de Chicago, com perdas de até 3,25 pontos.

O maio/24 subiu 0,58%, cotado a R$ 57,33/saca. O julho chegou a R$ 57,85/saca, alta de 0,7%. O setembro/24, estável, permaneceu em R$ 59,50/saca. O novembro/24 foi a R$ 62,87/sacas, aumento de 0,27%.

De acordo com informações de Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, a B3 está seguindo a lógica. Para ele, o mercado brasileiro está com o milho barato e terá que valorizar o grão no segundo semestre. Segundo o analista, a safra é muito menor que a do ano anterior e haverá uma disputa grande após a colheita.

 

Principais contratos caem até 3,25 pontos na CBOT

Na Bolsa de Chicago, os preços do milho encerram a terça-feira em baixa nos principais contratos. A única alta foi no maio/24, que subiu 0,25 ponto e foi a US$ 4,39/bushel. O julho caiu 2,5 pontos, cotado a US$ 4,46/bushel. O setembro/24 teve queda de 2,75 e foi a US$ 2,75. A maior queda ocorreu no dezembro24, de 3,25, que passou a valer US$ 4,69/bushel.

Conforme aponto o informativo americano Farm Progress, a queda do milho na Bolsa de Chicago acontece uma vez que a melhoria das condições de plantio podem proporcionar uma produção acima da média.

O economista de grãos da Texas A&M AgriLife Extension apontou para o Farm Progress que melhores condições de cultivo nem sempre se traduzem em maior potencial de lucro, devido à queda do milho no último ano com base nos fatores de oferta e demanda.

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Por:
 Igor Batista
Fonte:
 Notícias Agrícolas


Fonte: Noticias Agricolas
Veja mais notcias

28/05/2024 Catástrofe no Rio Grande do Sul gera prejuízos de R$ 182,9 milhões na avicultura
27/05/2024 Milho acumula alta semanal de 1,8% na B3 e analista vê fôlego para mais
21/05/2024 Milho: atenções seguem voltadas ao campo; retração vendedora sustenta preços
12/05/2024 Preço do milho acumula alta semanal de até 3,8% na B3